quinta-feira

Valorize os “violinos” ao seu redor


Hoje a Ana Maria Braga, em seu programa Mais Você contou a história , aqui claro vou resumir, sobre um leilão, onde a ultima peça foi um violino. O leiloeiro começou com o valor de um real, deram lance de dois reais, de três reais até que um senhor, com barba grisalha pediu um momento e se aproximou do violino. Após afina-lo ele tocou uma linda sinfonia,  calma, doce e devolveu o violino ao leiloeiro. Após isso o ele aumentou o valor do violino para mil reais, e ninguém entendeu nada. Todos começaram a perguntar o que tinha mudado para que o valor aumentasse. O leiloeiro explicou, agora ele foi tocado pelo mestre. Ao final a Ana Maria, deu a moral da história, de como as pessoas que passam pela nossa vida são importantes e como elas nos agregam valores, como essas pessoas nos ensinam, como podemos nos tornar grandes com elas, exatamente igual ao violino.

Isso me fez pensar, devido um problema que estou vivendo, como muitas pessoas não dão valor aquelas que encontram se ao seu lado por pensar que elas não tem nada a oferecer ou por ver nelas um simples “violino” sem valor.

Muitas pessoas passaram na minha vida, de varias crenças, raças, gêneros, estilos, sexos. Tenho certeza que já cometi o erro de ver algumas delas como “violinos”, mais isso também é uma lição.

“O inteligente aprende com os próprios erros, o sábio com o erro dos outros”

Tento sempre lembrar-me desse ditado. Muitas vezes nos achamos perdidos ou confusos com alguma dificuldade em nossa vida e quando conversamos com aquele amigo experiente, mais velhos temos aquela luz de que tanto precisamos para ver melhor o caminho.
Eu sei que já perdi muitos “violinos” muitas vezes por medo, timidez, falta de coragem ou por achar que eles sempre estariam lá.

Mais também mantive muitos comigo, e aprendi e aprendo muito com eles todos os dias. Hoje eu dou valor a todo momento que passo com eles, a cada palavra que eles dizem. Já aprendi muito sozinha, mais tenho certeza que aprendi muito mais com meus “violinos”.

Muitos “violinos” vão entrar na minha vida ainda e espero poder ter a sensibilidade de poder enxergar o valor deles...

Temos que aprender de uma vez que temos que dar valor quando encontra-se ao nosso lado e não quando já perdemos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita! Espero que tenha gostado do post. Tem duvidas? Quer publicar seu texto? Ou qualquer outra coisa? Deixe aqui sua mensagem! Beijos!